Micotoxinas são metabolitos secundários tóxicos produzidos por fungos filamentosos. Surgem naturalmente como contaminantes de produtos agrícolas e demonstram toxicidade quando administrados por via natural. Micotoxicoses ocorrem frequentemente em climas quentes e húmidos, favorecidas pelo crescimento de bolores, mas podem também surgir em zonas temperadas.

 


As micotoxinas são metabolitos secundários, altamente tóxicos, de baixo peso molecular, produzidos por fungos filamentosos. Estes fungos são capazes de contaminar praticamente todos os alimentos. Em condições ambientais adequadas a sua proliferação é rápida, ocorrendo produção de grandes quantidades de micotoxinas.

 


Manganésio (Mn)
O manganésio é um metal cinza semelhante ao ferro, porém mais duro e quebradiço. Os óxidos, carbonatos e silicatos de manganês são os mais abundantes na natureza e caracterizam-se por serem insolúveis na água. O composto ciclopentadienila-tricarbonila de manganésio é bem solúvel na gasolina, óleo e álcool etílico, sendo geralmente utilizado como agente anti-detonante em substituição ao chumbo tetraetila.

 


Crómio (Cr)
O crómio é obtido do minério cromita, metal de cor cinza que reage com os ácidos clorídrico e sulfúrico. Além dos compostos bivalentes, trivalentes e hexavalentes, o crómio metálico e ligas também são encontrados no ambiente de trabalho. Entre as inúmeras atividades industriais, destacam-se: galvanoplastia, soldagens, produção de ligas ferro-crómio, curtume, produção de cromatos, dicromatos, pigmentos e vernizes.

 


Mercúrio (Hg)
Descoberto ainda na Grécia antiga, foi um dos primeiros elementos estudados e tem sido de interesse para os estudantes de química desde os dias da alquimia até a actualidade. Pode ser usado em termómetros, barómetros, lâmpadas, medicamentos, espelhos, detonadores, corantes e outros.

 


Chumbo (Pb)
O cádmio é encontrado na natureza quase sempre junto com o zinco, em proporções que variam de 1:100 a 1:1000, na maioria dos minérios e solos. É um metal que pode ser dissolvido por soluções ácidas e pelo nitrato de amónio. Quando queimado ou aquecido, produz o óxido de cádmio, pó branco e amorfo ou na forma de cristais de cor vermelha ou castanho. É obtido como subproduto da refinação do zinco e de outros minérios, como chumbo-zinco e cobre-chumbo-zinco.

 


Chumbo (Pb)
O chumbo é um metal pesado que ocorre naturalmente na crosta terrestre, raramente na forma elementar. Geralmente é encontrado na forma dos minerais galena (PbS), anglesite (PbSO4) e cerusite (PbCO3).

Este metal azul-acinzentado está distribuído por todo o ambiente, principalmente como resultado de actividades antropogénicas, de entre as quais se destacam o seu uso na gasolina e nas tintas.

 


Arsénio (As)
O arsénio é conhecido desde as civilizações chinesa, grega e egípcia. Nessa mesma época foram também descobertas as suas propriedades tóxicas.

Crê-se que foi Albertus Magnus o primeiro a obter este elemento, em 1250 a.C. através do aquecimento de um sabão com “orpiment” - palavra inglesa que designa um mineral amarelo usado como pigmento e para a qual não se encontra tradução directa para português (do latim “auripigmentum”: aurum = gold + pigmentum = pigment).

 


Metais pesados
Acredita-se que os metais talvez sejam os agentes tóxicos mais conhecidos pelo homem. Há aproximadamente 2.000 anos a.C., grandes quantidades de chumbo eram obtidas de minérios, como subproduto da fusão da prata e isso provavelmente tenha sido o início da utilização desse metal pelo homem.