leite com água oxigenada
Foram apreendidos 830 litros de leite, que seria utilizado no fabrico de queijo, durante operação de fiscalização.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) apreendeu 830 litros de leite cru e 40 litros de água oxigenada numa operação de fiscalização que durou dois meses. A água oxigenada era adicionada ao leite "para ocultar a má qualidade higiénica" do produto, que depois era utilizado no fabrico de queijo.

Num comunicado no site, a ASAE explica que as investigações "iniciaram-se com a deteção de uma viatura para transporte do leite sem qualquer sistema de refrigeração". Análises ao leite transportado revelavam a "a adição de peróxido de hidrogénio, vulgo, água oxigenada".

A ASAE fiscalizou várias explorações pecuárias nos últimos meses com o objetivo de verificar as condições de armazenamento e transporte de leite cru e apreendeu leite e água oxigenada no valor de cerca de 800 euros.

Foi ainda instaurado um "processo por suspeita de crime contra a genuinidade, qualidade ou composição de géneros alimentícios, em concurso com infrações de natureza contra ordenacional, nomeadamente o incumprimento dos requisitos de temperatura durante o processo de produção, recolha e transporte de leite cru e a falta de requisitos de higiene do leite".

O leite cru é aquele que ainda não foi submetido aos processos de homogeneização e térmico (pasteurização ou UHT).

Fonte: DN 29-06-2017

 

Comentários:

Fazer login para comentar como usuário QUALI.