Lagarta viva na refeição
Uma lagarta viva foi detetada numa refeição servida na cantina da escola André Soares, em Braga, algo que a direção escolar classificou a situação como "reflexo" da "falta de funcionários" na empresa que ali serve refeições.

Num esclarecimento dirigido à Associação de Pais e Encarregados de Educação da Escola André Soares, publicado na página da rede social Facebook daquela associação, a diretora da escola, Maria da Graça Moura, explicou que a falta de funcionários no serviço de refeições já foi denunciada e considerou que a empresa contratada pelo Ministério da Educação para servir as refeições escolares, a UNISELF, "deve rever os seus procedimentos".


A situação, que terá ocorrido dia 26 de outubro, é denunciada num vídeo que circula em várias páginas do Facebook de alunos da escola, sendo que a Lusa tentou contactar a UNISELF mas até ao momento não foi possível.

"A situação da alface mal lavada é o reflexo da falta de funcionários que a empresa tem ao serviço do refeitório. Foi feita a devida chamada de atenção, o cuidado que se deve ter com a higiene dos alimentos", aponta a diretora da escola no referido esclarecimento.

Segundo Maria da Graça Moura, "a empresa responsável, UNISELF, contratada pelo Ministério da Educação, deve rever os seus procedimentos no que respeita ao serviço de refeições, principalmente, deve colocar ao serviço o número de funcionários contratualizado, o que não acontece a maior parte dos dias".

A direção da André Soares garante que irá continuar a "denunciar" a falta de funcionários que a empresa coloca na escola à hora das refeições.

"Esperamos que nunca mais se repita esta situação. É uma situação que nos entristece, pois é o nome André Soares que está em causa", refere a responsável.

Fonte: sapo 07-11-2017

 

Comentários:

Fazer login para comentar como usuário QUALI.


Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.