O que são as alergias
A alergia é uma deficiência do sistema imunitário que provoca uma reação a substâncias denominadas alergénios.

Os alergénios são proteínas existentes em todo o meio ambiente e que despoletam uma reação alérgica nos indivíduos alérgicos. Os alergénios mais comuns são o pólen, os ácaros, alguns alimentos e alguns animais.

 


Contaminação e desenvolvimento bacteriano
Que condições permitem a multiplicação das bactérias?

A disponibilidade dos alimentos adequados, nível elevado de humidade, temperatura entre 20ºC e 50ºC e tempo para se reproduzirem. Algumas bactérias causadoras de toxinfecções podem reproduzir-se cada 10 minutos.

 


Bactérias e toxinfecções alimentares
Porque é que os casos de intoxicação alimentar não são mais frequentes?

Porque, de uma forma geral, para provocar doença os microrganismos necessitam de estar presentes em número elevado. Após contaminação, necessitam de tempo para se multiplicar até atingir esse nível.

 


Adoçantes
O adoçante é uma substância que adoça os alimentos assim como o açúcar, mas introduzido em menores quantidades já que adoça mais que a sacarose. Também conhecido como edulcorante, o adoçante pode ser artificial, não contendo calorias, ou natural, contendo menor quantidade de calorias que o açúcar.

 


Prevenção de Doenças de Origem Alimentar
Como prevenir as principais Doenças de Origem Alimentar

Na base da prevenção destas doenças estão o reconhecimento dos principais factores que estão na sua origem e a mudança de hábitos na manipulação de alimentos.

 


Doenças de Origem Alimentar
De acordo com a Organização Mundial de Saúde, uma Doença de Origem Alimentar é uma doença, geralmente de natureza infecciosa ou tóxica, provocada por agentes que entram no corpo através da ingestão de alimentos ou de água. Estima-se que, por ano, cerca de 30% da população dos países industrializados sofra deste tipo de doença.

 


Perigos Alimentares
Os perigos alimentares são classificados de acordo com a sua natureza e podem ser biológicos, químicos ou físicos.

 


Qualidade Microbiológica dos Alimentos
Visto que os nossos alimentos são de origem animal ou vegetal, é interessante considerar as características dos tecidos animais e vegetais que influenciam o crescimento microbiano. Todas as plantas e animais que servem como fontes de alimentos desenvolveram mecanismos de defesa contra a invasão e a proliferação de microrganismos, e alguns desses mecanismos continuam activos nos alimentos frescos.

 


Qualidade química dos alimentos
Não se pode, em geral, na utilização corrente do vocábulo procurar, no termo qualidade, um conteúdo objectivo, usando uma linguagem científica. Não se trata de um conceito a que se possa atribuir um valor absoluto mas, antes pelo contrário, de um conceito a que se tem de atribuir um valor extremamente relativo.

 


Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.