De acordo com o Regulamento (CE) nº 852/2004, os operadores das empresas do sector alimentar, que se dediquem a qualquer fase da produção, transformação e distribuição, são os principais responsáveis pela segurança alimentar em todas as fases sob seu controlo.

Através de um serviço personalizado, a QUALI apoia as empresas na concepção, implementação e manutenção de sistemas de segurança alimentar eficazes, que associam o cumprimento dos requisitos obrigatórios à natureza das actividades realizadas e recursos disponíveis, minimizando, ao máximo, a entropia causada por alterações radicais nas práticas correntes.

A política de actuação da QUALI passa por analisar a realidade do seu Cliente, detectar os pontos de melhoria, definir as medidas correctivas e preventivas mais adequadas à empresa, tendo em conta os recursos existentes, auxiliar na implementação dessas medidas e verificar a sua eficácia.

Os serviços de consultoria prestados pela QUALI incluem:

• Apoio no processo de licenciamento;

• Apoio no cumprimento dos Pré-requisitos do Sistema de Segurança Alimentar;

• Concepção, implementação, manutenção, verificação, revisão e melhoria dos sistemas de Segurança Alimentar e HACCP;

• Certificação QUALI
Certificação QUALI
O processo de certificação QUALI é aplicável a estabelecimentos de bebidas, restauração, hotelaria e indústria. Um estabelecimento é certificado quando, no decorrer da avaliação de desempenho do sistema de segurança alimentar implementado, lhe é atribuído um nível de risco igual ou inferior a 2. Este nível corresponde a um grau de cumprimento dos requisitos superior a 80%, sendo garantida a qualidade e segurança dos alimentos servidos aos Clientes. Em indústrias é atribuída a certificação QUALI quando atingem um nível de risco igual ou inferior a 1.

• Apoio em processos de certificação por entidades externas

Adaptação/implementação dos sistemas de segurança alimentar e HACCP com vista à sua certificação pelos referenciais:

° NP EN ISO 22000:2005 – Sistemas de Gestão da Segurança Alimentar.

A ISO 22000 especifica os requisitos de um sistema de gestão da segurança alimentar, para organizações da cadeia de fornecimento de produtos alimentares, que pretendam demonstrar a sua aptidão para controlar os perigos e fornecer produtos seguros.

° Codex Alimentarius

O Codex Alimentarius (do latim Lei ou Código dos Alimentos) é uma colectânea de normas alimentares adoptadas internacionalmente e apresentadas de modo uniforme. A publicação do Codex Alimentarius tem por objectivo orientar e promover a elaboração de definições e o estabelecimento de requisitos aplicáveis aos alimentos, auxiliando a sua harmonização e consequentemente, facilitando o comércio internacional.

° BRC Global Standard Food

A Certificação segundo este referencial pretende assegurar que os critérios da qualidade e segurança descritos na norma, necessários para que uma empresa possa fornecer distribuidores/retalhistas de produtos alimentares do Reino Unido, são cumpridas. A Certificação BRC pressupõe a adopção e implementação da metodologia HACCP, a existência de um Sistema de Gestão da Qualidade documentado e eficaz, e o controlo das condições ambientais das instalações, controlo do produto, processo e pessoas.

° IFS – International Food Standard

Norma desenvolvida pelos retalhistas Alemães e Franceses, com a intenção de reduzir custos e trazer transparência a toda a cadeia alimentar. A necessidade de desenvolver este standard adveio da multiplicidade de exigência que poderiam ser feitas por cada cliente, com a finalidade única de assegurar que o fornecedor seja capaz de fornecer produtos seguros de acordo com as especificações e em conformidade com a legislação.

° GLOGALGAP

O GLOBALGAP é uma certificação voluntária na área da produção agrícola aplicável e reconhecida em todo o mundo. O referencial consiste num conjunto de boas práticas agrícolas baseados nos conceitos da segurança alimentar, proteção ambiental, condições de saúde, higiene e segurança dos trabalhadores e bem estar animal. Trata-se de uma marca comercial destinada ao uso de empresa para empresa, sendo a certificação baseada num sistema de verificação independente, único e reconhecido.

° APCER 3002 – Qualidade e Segurança alimentar na restauração

Esta especificação de requisitos de serviços permite às entidades do sector da restauração implementarem um sistema de segurança alimentar e de fornecimento de serviço totalmente orientados para este sector de actividade.

° GMP+Feed Certification

O regime de certificação GMP+Feed Certification scheme foi iniciado e desenvolvido em 1992 pela indústria de rações holandesa em resposta a vários incidentes mais ou menos graves que envolveram a contaminação de matérias-primas. Embora tenha começado como um regime nacional, desenvolveu-se e tornou-se um esquema internacional que é gerido pelo GMP+International em colaboração com vários parceiros internacionais.

 

Marque uma visita sem compromisso.
Por telefone ou por email.
96 268 20 38
Email:
Assunto:
Mensagem:
Quantos dedos tem uma mão?

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de utilização.