União Europeia rejeita carne e leite de animais clonados
No passado dia 07 de Julho, a União europeia votou numa legislação que banirá carne e outros produtos de animais clonados dos produtos alimentares. Estas regras serão ultimadas em Setembro entre os legisladores da União Europeia.

Corine Lepage, um dos membros franceses do Parlamento Europeu, reportou ao jornal New York Times que “Apesar de, até ao momento, não terem sido identificados problemas de segurança nos produtos cárneos produzidos a partir de animais clonados, estas técnicas de produção levantam sérias questões sobre o bem estar animal, redução da biodiversidade e aspectos éticos”.

Estas preocupações assentam no facto de grande parte dos animais clonados manifestarem maiores taxas de infecção, crescimento de tumores e outros problemas. Muitos destes animais são anormalmente maiores e mais de 90% das tentativas de clonagem são falham. Os animais clonados que sobrevivem, normalmente morrem demasiado jovens, por causas desconhecidas.

Actualmente, não é permitida na União Europeia, a produção de produtos de animais clonados, mas quanto à importação não existe qualquer legislação. Um membro do Parlamento escocês comentou “Esta é uma situação problemática, já que foram impostos controlos rigorosos na nossa indústria, mas não há forma de nos assegurarmos que os produtos importados são também controlados nesta matéria. Todos os anos, importamos produtos cárneos no valor de biliões de libras de países como os Estados Unidos, Brasil, Argentina e outros, onde os procedimentos de clonagem estão disseminados e com fracos procedimentos de controlo. Alguma desta carne pode pertencer à primeira geração de animais clonados e simplesmente não temos forma de o saber”.

A FDA (Food and Drugs Administration) não exige referência aos produtos clonados na Rotulagem, por isso, actualmente os consumidores não têm forma de saber se estão a adquirir carne e leite de animais clonados, sendo, por isso, impossível de rastrear ou identificar esses produtos.

QUALI.PT 09-07-2010

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.