Serviços de consultoria, avaliação, formação e assessoria técnica em higiene e segurança no trabalho.

Consulte-nos para o apoio nas seguintes áreas:

• Segurança e Higiene no Trabalho

° Auditoria de segurança e higiene no trabalho

° Relatório anual das actividades dos serviços de segurança, higiene e saúde no trabalho (Anexo D - Relatório único)

° Plano de prevenção de riscos profissionais

° Elaboração de estatísticas de acidentes de trabalho

° Avaliação do ruído ocupacional

° Avaliação da iluminância

° Avaliação do ambiente térmico

° Análise estatística de acidentes de trabalho e doenças profissionais

° Elaboração de manuais de acolhimento

° Elaboração de manuais de segurança, higiene e saúde no trabalho

° Identificar e avaliar riscos ergonómicos

° Aconselhamento sobre sinalização de segurança e emergência

° Aconselhamento sobre a utilização de EPC (Equipamentos de protecção colectiva) e EPI (Equipamento de protecção individual)

° Elaboração de instruções técnicas de segurança

° Cartas de risco

• Segurança de Máquinas

° Verificação de conformidade das máquinas/equipamentos de trabalho

° Elaboração de fichas de boas práticas de segurança

° Elaboração de manuais de segurança das máquinas/equipamentos utilizados

• Plano de Segurança - Medidas de Autoprotecção

° Plano de prevenção

° Plano de emergência

° Registos de segurança

° Procedimentos de prevenção

° Procedimentos de emergência

° Simulacros

° Plantas de emergência

° Avaliação, adequação e manutenção de planos existentes

• Formação

° Sensibilização para a segurança contra incêndios

° Sensibilização em segurança, higiene e saúde no trabalho

° Segurança na utilização/operação de empilhadores

° Ergonomia no trabalho

° Curso básico de primeiros socorros

° Segurança de máquinas Movimentação manual de cargas

° Combate a incêndios e evacuação

° Implementação da Diretiva ATEX


 


De acordo com o artigo 108.º da Lei n.º 102/2009 de 10 de Setembro, o empregador deve promover a realização de exames de saúde adequados a comprovar e avaliar a aptidão física e psíquica do trabalhador para o exercício da actividade, bem como a repercussão desta e das condições em que é prestada na saúde do mesmo.

• Exames de saúde

° Exames de admissão

° Exames periódicos

° Exames ocasionais

• Periodicidade dos exames periódicos

° Anuais - para trabalhadores menores e com idade superior a 50 anos

° Bianuais - para os restantes trabalhadores

• Realização dos exames de saúde

° Em unidade móvel autorizada pela DGS (Direção-Geral da Saúde)

° No local de trabalho

° Em clínicas privadas


 


- Consultoria e auditorias a laboratórios ISO 17025

Serviços de consultoria e auditoria a laboratórios de ensaio para a implementação e manutenção de sistemas da qualidade em conformidade com o referencial NP EN ISO/IEC 17025 – Requisitos gerais de competência para laboratórios de ensaio e calibração.

Assim, se pretende:
acreditar o seu laboratório;
obter apoio para a implementação de requisitos de gestão ou técnicos;
suporte técnico na elaboração da documentação do sistema de gestão (manual da qualidade, procedimentos gerais, procedimentos técnicos, instruções de trabalho, impressos, etc.);
realizar auditorias internas por avaliadores competentes e independentes, de acordo com o referencial ISO 19011 – Guia para realização de auditorias a sistemas de gestão;

conte com os especialistas da nossa Bolsa de Avaliadores/Auditores.

- Divulgação e apoio interpretativo da legislação aplicável ao sector e à actividade desenvolvida
- Elaboração de Fichas Técnicas de produtos alimentares
- Verificação da conformidade da Rotulagem dos géneros alimentícios
- Planeamento de estudos de prazos de validade de produtos alimentares
- Elaboração de Códigos de Boas Práticas de Higiene e Fabrico
- Elaboração de planos de confirmação metrológica
- Apoio no processo de selecção e avaliação de fornecedores
- Apoio na resolução de problemas de nível técnico, no âmbito da importação/exportação de produtos alimentares
- Disponibilização de impressos informativos para afixação e sinalética no âmbito da legislação aplicável

 


As análises laboratoriais são uma ferramenta essencial para verificação da eficácia dos sistemas de segurança alimentar e HACCP e da implementação dos Pré-requisitos.

Os serviços oferecidos pela QUALI nesta área são:

• Concepção de planos de controlo analítico no âmbito da segurança alimentar, com a identificação dos produtos e parâmetros a analisar em cada produto, procedimentos de análise, periodicidade, critérios de aceitação e medidas a implementar nos casos de não conformidade. Os ensaios a efectuar em cada tipo de produto são determinados com base na legislação aplicável, fundamentos científicos e histórico de ocorrências. A definição da frequência de realização das análises é feita com base na legislação aplicável, dimensão da instalação e sistema de segurança alimentar e HACCP implementados.

• Colheita de amostras para análise
Produtos alimentares
Ar ambiente
Esfregaços/zaragatoas a superfícies
Esfregaços/zaragatoas a mãos de operadores
Água de consumo Humano

As colheitas são efectuadas cumprindo os procedimentos de assépcia, acondicionamento e transporte adequados. Todo o material necessário à colheita é da responsabilidade da QUALI.

• Ensaios laboratoriais
A QUALI tem estabelecidos protocolos com laboratórios acreditados nas áreas na análise físico-química e microbiológica nos diversos tipos de matrizes, possibilitando a maior qualidade de serviço a preços competitivos. Os ensaios são realizados cumprindo as normas de referência definidas na legislação aplicável.

Tipo de Produto Parâmetro analítico ¹
Produto Alimentar Nº Total de Germes a 30ºC
Coliformes totais
E. Coli
Enterobacteriaceae

Bolores e Leveduras
Staphylococus produtores de coagulase
Salmonela sp
Listeria Monocytogenes
Clostridium perfringens
Bacilus Cereus
Campylobacter

aW
Humidade
Proteina
Matéria gorda
Hidratos de Carbono
Valor Calórico
Metais pesados (Cádmio, Chumbo, etc.)
Sal (cloreto de sódio)
Sulfitos
Biotoxinas Marinhas
Superfícies Nº Total de Germes a 30ºC
Enterobacteriaceae
E. Coli
Listeria Monocytogenes
Mãos Nº Total de Germes a 30ºC
Staphylococus produtores de coagulase
E. Coli
Água de consumo humano Nº Total de Germes a 22ºC
Nº Total de Germes a 37ºC
Bactérias Coliformes
E. Coli
Enterococos
Clostridium perfringens (incluindo esporos)
Torres de refrigeração, rede água quente Legionella pneumophila
Ar Ambiente Bactérias (contaminação de origem humana)
Bactérias (contaminação de origem ambiental)
Bolores e Levaduras
¹ Lista não exaustiva, estando disponíveis outros parâmetros

• Apreciação da conformidade do produto com base na legislação aplicável e Valores Guia

• Análise técnica dos resultados quer a nível pontual quer em termos de histórico de resultados e sua relação com eventuais alterações no processo.

• Apoio na definição e implementação de acções correctivas


 


Auditoria pode ser genericamente considerada como uma avaliação sistemática por amostragem, que tem por objectivo determinar se as práticas realmente implementadas cumprem com o estabelecido documentalmente, avaliando a necessidade de implementação de acções correctivas e melhorias nos sistemas de gestão, nomeadamente em sistemas de segurança alimentar. Por outro lado, também permite saber se os procedimentos estabelecidos asseguram o cumprimento dos objectivos e requisitos dos sistemas de segurança alimentar.

As auditorias aos sistemas de segurança alimentar e HACCP servem para verificar se os programas de Pré-requisitos e os planos HACCP estão efectivamente implementados e são adequados, podendo ser consideradas como processos de comparação da realidade com o estabelecido, constituindo uma importante ferramenta de apoio às decisões de gestão.

O serviço prestado pela QUALI inclui:

Auditoria de Diagnóstico
Avaliação/Verificação minuciosa do sistema de segurança alimentar e HACCP para aferir o grau de cumprimento do programa de Pré-requisitos e do plano HACCP. Estas auditorias são realizadas, por norma, no início do serviço de consultoria, ou sempre que são implementadas alterações profundas nos processos de fabrico, circuitos, pessoal, equipamentos e instalações produtivas.

Auditoria de Acompanhamento
Revisão e manutenção periódica mas frequente do sistema de segurança alimentar e HACCP

Auditoria no âmbito da Avaliação/Selecção de Fornecedores
Verificação da aplicação das Boas Práticas de Higiene (BPH), Fabrico (BPF) e aplicação dos sistemas de segurança alimentar, nos seus Fornecedores / Distribuidores

Os relatórios das auditorias realizadas pela QUALI incluem a identificação das constatações/deficiências, sugestão de correcções/acções correctivas, registo de evidências, representação gráfica do grau de cumprimento de cada requisito e avaliação de desempenho.


 


O serviço das empresas do sector alimentar é francamente melhorado se as condições de trabalho forem optimizadas. Neste sentido, A QUALI aposta fortemente na Formação Profissional no âmbito da segurança alimentar, não só como uma obrigação legal através dos nºs 1 e 2 do Artigo 4.º do Regulamento n.º 852/2004, que visa o cumprimento dos requisitos gerais de higiene previstos no Anexo II, Capítulo XII (Formação), aplicáveis a todos os operadores das empresas do sector alimentar onde se enquadram os potenciais clientes alvo, mas também, como uma actualização, motivação e envolvimento de todos funcionários que intervêm na cadeia alimentar, visando alcançar padrões mais elevados de segurança alimentar e, por conseguinte, a consolidação e crescimento das empresas onde trabalham.

Elaboração de Planos de Formação

Com o objectivo de reforçar a qualidade e o leque de serviços oferecidos, a QUALI, prevê ainda o levantamento das necessidades de formação e elaboração de Planos de Formação no âmbito da segurança alimentar, adequados em tempo e conteúdo a cada Empresa, considerando as características dos recursos humanos existentes e a natureza das actividades desenvolvidas.

Realização de Acções de formação:

- Princípios Básicos de Higiene e Segurança Alimentar
- Gestão de Sistemas de Segurança Alimentar
- NP EN ISO 22000
- Elaboração de Planos de Controlo Analítico e colheita de amostras
- O Sistema HACCP
- Os Pré-requisitos
- Controlo de Documentos
- Avaliação e Selecção de Fornecedores
- Acções de formação específicas, a definir de acordo com as necessidades do Cliente

Todos os conteúdos programáticos são adaptados a cada caso, integrando, sempre que possível e adequado, exemplos práticos das operações realizadas na própria Empresa, de forma a captar a atenção dos formandos e aumentar a sua participação nas acções e consequentemente o seu aproveitamento.

Sempre que aplicável, a formação será efectuada "in loco", garantido uma maior interactividade entre formando e formador.

Após a realização de uma acção de formação, é efectuada a avaliação sumativa dos formandos e demonstração de resultados da eficácia das acções.


 


De acordo com o Regulamento (CE) nº 852/2004, os operadores das empresas do sector alimentar, que se dediquem a qualquer fase da produção, transformação e distribuição, são os principais responsáveis pela segurança alimentar em todas as fases sob seu controlo.

Através de um serviço personalizado, a QUALI apoia as empresas na concepção, implementação e manutenção de sistemas de segurança alimentar eficazes, que associam o cumprimento dos requisitos obrigatórios à natureza das actividades realizadas e recursos disponíveis, minimizando, ao máximo, a entropia causada por alterações radicais nas práticas correntes.

A política de actuação da QUALI passa por analisar a realidade do seu Cliente, detectar os pontos de melhoria, definir as medidas correctivas e preventivas mais adequadas à empresa, tendo em conta os recursos existentes, auxiliar na implementação dessas medidas e verificar a sua eficácia.

Os serviços de consultoria prestados pela QUALI incluem:

• Apoio no processo de licenciamento;

• Apoio no cumprimento dos Pré-requisitos do Sistema de Segurança Alimentar;

• Concepção, implementação, manutenção, verificação, revisão e melhoria dos sistemas de Segurança Alimentar e HACCP;

• Certificação QUALI
Certificação QUALI
O processo de certificação QUALI é aplicável a estabelecimentos de bebidas, restauração, hotelaria e indústria. Um estabelecimento é certificado quando, no decorrer da avaliação de desempenho do sistema de segurança alimentar implementado, lhe é atribuído um nível de risco igual ou inferior a 2. Este nível corresponde a um grau de cumprimento dos requisitos superior a 80%, sendo garantida a qualidade e segurança dos alimentos servidos aos Clientes. Em indústrias é atribuída a certificação QUALI quando atingem um nível de risco igual ou inferior a 1.

• Apoio em processos de certificação por entidades externas

Adaptação/implementação dos sistemas de segurança alimentar e HACCP com vista à sua certificação pelos referenciais:

° NP EN ISO 22000:2005 – Sistemas de Gestão da Segurança Alimentar.

A ISO 22000 especifica os requisitos de um sistema de gestão da segurança alimentar, para organizações da cadeia de fornecimento de produtos alimentares, que pretendam demonstrar a sua aptidão para controlar os perigos e fornecer produtos seguros.

° Codex Alimentarius

O Codex Alimentarius (do latim Lei ou Código dos Alimentos) é uma colectânea de normas alimentares adoptadas internacionalmente e apresentadas de modo uniforme. A publicação do Codex Alimentarius tem por objectivo orientar e promover a elaboração de definições e o estabelecimento de requisitos aplicáveis aos alimentos, auxiliando a sua harmonização e consequentemente, facilitando o comércio internacional.

° BRC Global Standard Food

A Certificação segundo este referencial pretende assegurar que os critérios da qualidade e segurança descritos na norma, necessários para que uma empresa possa fornecer distribuidores/retalhistas de produtos alimentares do Reino Unido, são cumpridas. A Certificação BRC pressupõe a adopção e implementação da metodologia HACCP, a existência de um Sistema de Gestão da Qualidade documentado e eficaz, e o controlo das condições ambientais das instalações, controlo do produto, processo e pessoas.

° IFS – International Food Standard

Norma desenvolvida pelos retalhistas Alemães e Franceses, com a intenção de reduzir custos e trazer transparência a toda a cadeia alimentar. A necessidade de desenvolver este standard adveio da multiplicidade de exigência que poderiam ser feitas por cada cliente, com a finalidade única de assegurar que o fornecedor seja capaz de fornecer produtos seguros de acordo com as especificações e em conformidade com a legislação.

° GLOGALGAP

O GLOBALGAP é uma certificação voluntária na área da produção agrícola aplicável e reconhecida em todo o mundo. O referencial consiste num conjunto de boas práticas agrícolas baseados nos conceitos da segurança alimentar, proteção ambiental, condições de saúde, higiene e segurança dos trabalhadores e bem estar animal. Trata-se de uma marca comercial destinada ao uso de empresa para empresa, sendo a certificação baseada num sistema de verificação independente, único e reconhecido.

° APCER 3002 – Qualidade e Segurança alimentar na restauração

Esta especificação de requisitos de serviços permite às entidades do sector da restauração implementarem um sistema de segurança alimentar e de fornecimento de serviço totalmente orientados para este sector de actividade.

° GMP+Feed Certification

O regime de certificação GMP+Feed Certification scheme foi iniciado e desenvolvido em 1992 pela indústria de rações holandesa em resposta a vários incidentes mais ou menos graves que envolveram a contaminação de matérias-primas. Embora tenha começado como um regime nacional, desenvolveu-se e tornou-se um esquema internacional que é gerido pelo GMP+International em colaboração com vários parceiros internacionais.

 

Subcategorias

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.