Incidência de cancro aumenta 20% e deve-se a fatores alimentares
A ONG World Cancer Research Fund (WCRF) informou que a incidência de cancro / câncer no mundo aumentou 20% nos últimos dez anos, somando cerca de 12 milhões de novos casos a cada ano.

Os cálculos do WCRF mostram que cerca de 2,8 milhões de casos da doença devem-se a fatores relacionados à alimentação, atividades físicas e ao peso das pessoas que, segundo a ONG, "deve crescer dramaticamente ao longo dos próximos dez anos".

Em comunicado, a WCRF afirma que "as doenças não transmissíveis são uma ameaça ao mundo inteiro e, em particular, aos países em desenvolvimento".

A OMS aponta que os tipos de cancro / câncer mais comuns entre os homens são os de próstata (com 41,6 mil casos registrados) e pulmão (16,3 mil). Nas mulheres, a maior incidência é do cancro / câncer de mama (42,5 mil casos) e de colo do útero (24,5 mil). Os dados são de uma pesquisa feita em 2008.

Com o aumento da renda média dos brasileiros, os alimentos naturais foram substituídos pelos industrializados. Stresse e sedentarismo aumentaram. Essas novas características da população podem explicar o aumento nos índices de obesidade no país, segundo analistas que conversaram com a "BBC".

Uma pesquisa do Ministério da Saúde alerta para as taxas de excesso de peso no Brasil, que passaram de 42,7%, em 2006, para 48,1%, em 2010.

07-09-2011

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.