Besouro desenvolve resistência a milho transgênico da Monsanto
A própria natureza talvez seja a melhor opositora aos transgénicos e aos agrotóxicos. Não só as plantas como também os insetos estão desenvolvendo resistência. O besouro Diabrotica virgifera, uma das principais pragas que afetam os milharais, desenvolveu resistência a uma variedade Bt da Monsanto e plantações inteiras estão sendo perdidas.

Produtores de vários estados do meio oeste americano estão relatando prejuízos nas raízes do milho que foi modificado para produzir exatamente uma toxina que deveria matar as larvas do besouro. O entomólogo da Universidade de Iowa Aaron Gassmann confirmou recentemente que o besouro desenvolvera resistência à proteína Bt Cry3Bb1.

O Bacillus thuringiensis (Bt) é uma bactéria natural dos solos que apresenta ação inseticida. Segundo o Departamento de Agricultura dos EUA, dois terços de todo o milho plantado no país é transgênico, sendo sua maior parte do tipo Bt. A Monsanto controla 35% desse mercado nos EUA, de acordo com os dados de 1999.

A Monsanto informou que apenas as variedades YieldGard VT Triple e Genuity VT Triple PRO são afetadas.

O desenvolvimento da resistência ocorreu em áreas onde o mesmo milho Bt tem sido plantado por 3 ou mais anos seguidos.

A Monsanto exorta os produtores a testarem suas variedades transgénicas piramidais (stacked), que acumulam genes teoricamente desenhados para controlar mais de um inseto-praga e a adotarem técnicas de manejo integrado de pragas. E assim prossegue a bola de neve da dependência de mais manipulação genética e mais agrotóxicos.

24-08-2011

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.