Hambúrguer preto do Burger King causa efeito colateral
A famosa rede de hambúrgers "Burger King" lançou recentemente um hamburger com pão preto para celebrar o Dia das Bruxas, que acontece no dia 31 de outubro. Chamado de Halloween Whopper já está a ser comercializado em diversos países, inclusive Portugal e Brasil.

"Demorou cerca de três dias para que meu cocó deixasse de ficar verde, mas valeu a pena, @BurgerKing", diz o usuário americano Toasty no Twitter. Ele não é o único a relatar que o famoso hambúrguer Whopper, da rede de fast-food Burger King, que na edição especial de Halloween (Dia das Bruxas) está sendo vendido com os pães pretos, causa um "efeito colateral" nas fezes, alterando a cor.

A questão se tornou tão polémica que uma hashtag (#GreenPoop, ou "coco verde") foi criada nessa rede social para unir os depoimentos e opiniões sobre o inusitado efeito do hambúrguer "preto". "#HalloweenWhopper #GreenPop é mesmo fascinante. Não se assuste depois de comê-lo, como eu me assustei", diz o americano Ryan Skeltis no Twitter.

Em comunicado enviado à rede de televisão ABC News, o Burger King informa que os pães negros dessa edição especial contêm menos de 1% de corante e que conforme indica na lista de ingredientes, "são produtos usados normalmente na indústria e seguros para o consumo humano, conforme comprovação da Food and Drug Administration [FDA, órgão regulamentador de alimentos e remédios nos EUA]".

Não é informado qual o tipo de corante usado nos hambúrgueres Whopper em homenagem ao Dia das Bruxas, mas, segundo o site Medical Daily, a cor verde faz parte da maioria dos produtos usados para colorir alimentos de preto.


 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.