bebedouros de água potável
Bebedouros e locais para encher garrafas de água são aposta de Londres contra o plástico

Se tudo correr bem, mais dispositivos surgirão lá para o Verão. Nessa altura, serão instalados pela cidade 20 bebedouros. A guerra contra o plástico descartável terá também o exemplo da própria autarquia, promotora destas ideias, que vai deixar de utilizar copos, talheres e garrafas de plástico.

“Não devíamos usar plásticos descartáveis; o impacto no ambiente é enorme”, justifica a vereadora do ambiente, Shirley Rodrigues, em declarações ao The Guardian. A iniciativa tem 750 mil libras (cerca de 850 mil euros) para ser posta em prática e deverá acontecer nos próximos três anos. Se tudo correr como o presidente da autarquia londrina, Sadiq Khan, espera, até 2026 nenhum resíduo biodegradável ou reciclável será enviado para um aterro.

As localizações dos bebedouros de água potável ainda não foram divulgadas, noticia o The Guardian, mas as empresas que vão oferecer água vão poder anunciá-lo nas montras e os pontos para encher as garrafas serão identificados numa aplicação.

Em 2017, a Direcção-Geral de Saúde (DGS) apelou à criação de mais bebedouros em Portugal e criou mesmo uma campanha — em antecipação ao Dia Nacional de Luta Contra a Obesidade, reforçando a ideia de que quem bebe água em quantidades recomendáveis é mais saudável —, onde convidava os portugueses a partilharem nas redes sociais imagens de bebedouros que conhecessem e a sugerir outros locais onde fizesse sentido serem instalados.

Em Junho, uma das propostas feitas no Orçamento Participativo de Lisboa foi precisamente a da instalação de bebedouros em toda a cidade.

Fonte: publico 02-02-2018

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.