Leite
Antes de tudo é preciso entender uma característica básica do leite. Ele não é apenas um líquido, como a água, e sim uma composição orgânica que também contém sais minerais, gordura, proteínas e açúcar (a famigerada lactose, que o organismo de muitos adultos não tolera).

Ao serem aquecidas, a gordura e as proteínas tendem a subir para a superfície do leite, formando uma película. Isso ocorre antes de a água presente no leite ferver.

Quando isso acontece, a água começa a borbulhar e as bolhas de vapor empurram a tal película para fora e o leite passa a espumar.

Todos sabem que, se apagar o fogo, o processo é paralisado instantaneamente.

Isso acontece porque as proteínas voltam a dissolver-se na água do leite quando ele esfria. O que sobra na superfície é a popular nata: a gordura do leite.

Fervura incontida

Gordura e proteína do leite criam uma película que provoca o transbordamento

1 – Quando o leite é aquecido, a gordura e as proteínas sobem para a superfície, formando uma película

2 – Quando a água contida no leite começa a ferver, as bolhas de vapor empurram a película para fora, formando a espuma que transborda.

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.