Açucar e adoçantes
Veja abaixo o poder de adoçar (em relação ao açúcar refinado), a estabilidade em temperaturas altas e o sabor residual, além de algumas observações de cada adoçante:



Frutose 4 170 vezes mais não é aconselhável não apresenta Pessoas diabéticas devem consultar o médico antes de usar. Extraído das frutas e do mel
Esteviosídeo (stevia) 0 300 vezes mais sim, é aconselhável pode apresentar pequeno sabor residual Extraída da planta Stevia rebaudiana
Sorbitol 4 50% menor sim, é aconselhável não apresenta Pessoas diabéticas não podem usar. Muito utilizado em combinação com outras substâncias. Extraído de frutas e algas marinhas
Manitol 2,4 45% menor sim, é aconselhável não apresenta Muito utilizado em combinação com outras substâncias. Extraído de vegetais e algas marinhas

Aspartame 4 220 vezes mais não é aconselhável não apresenta É o adoçante sintético mais utilizado.
Ciclamato 0 50 vezes mais sim, é aconselhável pode apresentar pequeno sabor residual Muito utilizado em combinação com outras substâncias.
Sacarina 0 200 vezes mais sim, é aconselhável não apresenta Muito utilizado em combinação com outras substâncias.
Acessulfame-k 0 200 vezes mais sim, é aconselhável não apresenta Muito utilizado em combinação com outras substâncias. Muito utilizado na indústria.
Sucralose 0 600 vezes mais sim, é aconselhável não apresenta Muito utilizado em combinação com outras substâncias. Muito utilizado na indústrias.


 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.