Bisfenol proibido no fabrico de biberões
O bisfenol A (BPA), substância utilizada em biberões (mamadeiras) de plástico, vai passar a ser proibido no fabrico destes utensílios. A proibição foi aprovada esta quinta-feira em Conselho de Ministros, ao abrigo de um decreto-Lei que transpõe uma directiva europeia, que tem por objectivo proteger a saúde das crianças.

Numa nota, o Executivo esclarece que a decisão de proibir o uso do bisfenol A no fabrico de biberões de plástico, surge da necessidade de "reduzir, por razões de saúde, a exposição dos lactentes a essa substância, transpondo uma directiva comunitária sobre a matéria".

A proibição manter-se-á como medida preventiva, pelo menos, até que estejam disponíveis novos dados "científicos que esclareçam sobre a importância toxicológica de alguns dos efeitos da utilização de BPA no fabrico e a colocação no mercado de biberões", refere o comunicado.

O BPA é utilizado no fabrico de plásticos de policarbonato usado em biberões. A razão para a sua proibição prende-se com o facto de estudos terem comprovado que quando os biberões são aquecidos em certas condições, pequenas quantidades dessa substância podem migrar dos recipientes para os alimentos e bebidas a ser ingeridas.

Fonte Actualidades 24-02-2011

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.