Indústria usou inibidor de apetite para fazer cigarro
Seis dos maiores fabricantes de cigarro do mundo usaram aditivos químicos para reduzir o apetite em seus produtos, segundo uma pesquisa feita por médicos da Universidade de Lausanne, na Suíça.

Os documentos citam o uso de anfetamina, efedrina, gás do riso e ácido tartárico, entre outros aditivos.

Anfetamina e efedrina são conhecidos redutores de apetite. O gás do riso e o ácido tartárico também suprimem a fome, o primeiro ao alterar o sabor dos alimentos e o segundo ao ressecar a boca.

A pesquisa foi publicada na última edição do "The European Journal of Public Health", editado pela Universidade de Oxford.

A prática durou pelo menos 50 anos, de 1949 a 1999, diz o estudo. O levantamento foi feito com base em documentos que se tornaram públicos por conta de uma ação dos EUA na qual as empresas foram condenadas por terem omitido os males provocados pelo fumo. A ação resultou na maior indemnização da história, de cerca de R$ 346 biliões.

A Phillip Morris nega as acusações.

Fonte Correio do Estado 03-05-2011

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.