ASAE encerra matadouro ilegal em exploração
A ASAE Algarve (Autoridade de Segurança Alimentar e Económica) encerrou ontem uma exploração de aves, em Paderne, Albufeira, que era utilizada como matadouro ilegal. Foram feitas quatro detenções.

A exploração foi ‘atacada’ pelos inspectores da ASAE após algumas semanas de investigação. As autoridades concluíram que o proprietário do negócio comprava galos e galinhas já adultos, em Lisboa. Depois, transportava-os, numa carrinha, para o Algarve.

Pouco tempo depois de chegarem à exploração, que oficialmente se dedicaria à criação das aves, os animais eram mortos e vendidos a restaurantes.

Na operação, além de apreendida a carrinha utilizada para o transporte das aves, foram feitas quatro detenções. A do proprietário da exploração, de um funcionário e ainda de dois donos de restaurantes que, alegadamente, se abasteciam de galos e galinhas no local para depois os venderem nos espaços de restauração. O CM sabe que os processos foram entregues ao Ministério Público que agora fará a acusação.

Fonte CM 07-05-2011

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.