Conselho do Carrefour a favor de fusão com o Pão de Açúcar
O conselho de administração do grupo francês de distribuição Carrefour declarou-se favorável à fusão com a Companhia Brasileira de Distribuição (CBD) Pão de Açúcar, líder do setor no Brasil e que tem participação do grupo francês Casino.

O Casino, um dos mais importantes acionistas da CBD, que precisa aprovar o negócio, não aceita a fusão. Na semana passada aumentou em 6,2% sua participação nesta empresa, da qual controla agora 43,1% das ações direta e indiretamente através da Wilkes, holding conjunta com a família Diniz.

O projeto, estimulado pela empresa brasileira Gama, prevê a fusão dos ativos brasileiros do Carrefour com os da CBD Pão de Açúcar para formar uma sociedade conjunta com partes iguais e uma participação da Gama no Carrefour.

"No caso de concretização da operação, o Carrefour aumentaria significativamente sua exposição no mercado de crescimento, que significaria um aumento de mais de 40% de suas vendas consolidadas no horizonte de 2013", afirma um comunicado da empresa.

O texto explica, no entanto, que "a decisão do conselho de administração do Carrefour está condicionada à aprovação por parte da CBD da proposta da Gama e da aprovação final do conselho de administração do BNDES e de seu compromisso", já que o banco estatal brasileiro deve participar no financiamento da operação.

O BNDES poderia contribuir com mais de quatro biliões de reais para uma eventual fusão entre Carrefour e Pão de Açúcar no Brasil.

O Casino respondeu nesta mesma segunda-feira com um comunicado no qual afirma que o "Carrefour e seus administradores comprometem sua responsabilidade ao aceitar, apesar das advertências, uma operação iniciada de maneira hostil e levada adiante com negociações ilegais".

Fonte Yahoo 14-07-2011

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.