o prato certo
O Observatório Regional de Segurança Alimentar do Algarve (ORSAA) inicia amanhã, quarta-feira, 21, a fase de capacitação de técnicos, com sessões de sensibilização que visam a promoção de uma alimentação adequada na comunidade.

As ações, subordinadas ao tema «Alimentação Saudável e Acessível como estratégia de prevenção da Insegurança Alimentar» e organizadas em parceria com as autarquias, vão realizar-se em todos os municípios do Algarve, tendo como responsável científico a nutricionista Maria Palma Martins, docente da Universidade do Algarve.

A primeira sessão será realizada no Centro de Artes e Ofícios, em São Brás de Alportel, amanhã, 21, pelas 10:00 horas, e terá a duração de duas horas e meia.

Seguem-se Loulé, no dia 26 de fevereiro, pelas 10:00, em local a definir; Vila do Bispo, 7 de março, pelas 10:30, no espaço da Comissão de Proteção Crianças e Jovens; Monchique, 8 de março, no salão nobre do município; e Faro, 9 de março, no salão nobre do município.

O Observatório da Segurança Alimentar do Algarve pretende contribuir para o aprofundamento das competências técnicas na área da alimentação adequada, saudável e acessível, tendo por base a dieta mediterrânica.

Estas ações destinam-se aos profissionais dos municípios, IPSS e outras organizações que trabalham as questões da alimentação adequada, sensibilizando-os para as vantagens da dieta mediterrânica enquanto estratégia para a promoção da alimentação saudável e acessível, os objetivos do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável – Direção-Geral de Saúde, que suporta este projeto-piloto.

A entrada é livre para técnicos da área, mas sujeita a inscrição, no sítio:

INSCRIÇÃO

20-02-2018

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.