Feira Nacional do Porco no Montijo
É já na próxima semana que arranca a 24ª Edição da Feira Nacional do Porco, um evento que terá lugar de 17 a 19 de Maio no Parque de Exposições do Montijo e reunirá 110 expositores, num total de 220 stands em permanência.

Trata-se de uma Feira que une a área profissional da suinicultura à gastronomia e à cultura, num vasto programa à disposição dos visitantes.

A edição deste ano tem como tema principal o Porco.pt, a marca de carne de porco lançada há cerca de um ano pela Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) e que representa já 40% do total da produção nacional.

A abertura da 24ª Edição da Feira Nacional do Porco está marcada para as 12h00 do próximo dia 17 e contará com a presença do Ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos.

Este ano o certame afirma-se enquanto evento profissional do setor, mantendo o cunho de festa popular.

À disposição estarão a gastronomia e a animação popular. Cinco tasquinhas e dois restaurantes dão a provar o que de melhor se faz com carne de porco. Os restaurantes trabalharão em exclusivo com porco.pt, sendo um deles dedicado unicamente a leitão porco.pt.

No âmbito profissional a aposta é forte nesta que é uma oportunidade para demonstrar a robustez de uma atividade que há dois anos estava convalescente.

Com o intuito de liderar as melhores práticas do setor a Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS), assinará um acordo de cooperação que envolve diversos parceiros num projeto comum em prol da saúde pública, através da redução da utilização de antimicrobianos na produção de suínos.

A Direção Geral de Alimentação (DGAV), a Agência Portuguesa do Ambiente (APA), a Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) e a Associação Portuguesa da Indústria Farmacêutica Veterinária (APIFVET), são algumas das entidades que se juntam à FPAS neste compromisso que será assinalado na Feira Nacional do Porco.

O certame que apresenta desde sempre um cunho profissional tem, também, à disposição um vasto programa de jornadas técnicas. Durante os três dias de Feira serão abordados vários assuntos relevantes, e alguns dos quais polémicos, para o setor e para a sociedade, tais como “Razão e futuro da carne sintética” ou “Ponto situação dos mercados abertos” que se encontram entre muitos outros que estão na ordem do dia da suinicultura nacional.

Ainda na vertente profissional, espaço para as habituais ações de networking, este ano especialmente confortáveis no espaço Porco de Encontro, um pequeno lounge para conversas profissionais que o porco.pt decidiu proporcionar aos visitantes.

Fonte: agronegócios 10-05-2018

 

Comentários:

Artigos mais lidos

  1. 15 dias
  2. 30 dias
Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.