Bayer compra a Monsanto
O Governo dos EUA autorizou esta terça-feira a Bayer a comprar a Monsanto, operação estimada em 57 mil milhões de euros, na condição de aquela empresa se desfazer da sua área agrícola.

O Governo dos EUA autorizou esta terça-feira a Bayer a comprar a Monsanto, operação estimada em 66 mil milhões de dólares (57 mil milhões de euros), na condição de aquela empresa se desfazer da sua área agrícola. O valor dos negócios desta área é de nove mil milhões de dólares, o que permitiu ao Departamento de Justiça assegurar que este é o maior acordo antimonopólio de desinvestimento alguma conseguido nos EUA.

Em resultado do acordo, a Bayer vai vender a parte do seu negócio agrícola à empresa química alemã BASF, por nove mil milhões de dólares, o que “vai resolver todas as preocupações de concorrência horizontal e vertical”. Assim, a Bayer vai alienar os negócios de algodão, canola, soja e sementes de hortaliças, bem como o de herbicidas Bayer Liberty, que concorre diretamente com os pesticidas Roundup, da Monsanto.

O Governo dos EUA autorizou esta terça-feira a Bayer a comprar a Monsanto, operação estimada em 66 mil milhões de dólares (57 mil milhões de euros), na condição de aquela empresa se desfazer da sua área agrícola. O valor dos negócios desta área é de nove mil milhões de dólares, o que permitiu ao Departamento de Justiça assegurar que este é o maior acordo antimonopólio de desinvestimento alguma conseguido nos EUA.

Em resultado do acordo, a Bayer vai vender a parte do seu negócio agrícola à empresa química alemã BASF, por nove mil milhões de dólares, o que “vai resolver todas as preocupações de concorrência horizontal e vertical”. Assim, a Bayer vai alienar os negócios de algodão, canola, soja e sementes de hortaliças, bem como o de herbicidas Bayer Liberty, que concorre diretamente com os pesticidas Roundup, da Monsanto.


Fonte: Observador 29-05-2018

 

Comentários:

Artigos mais lidos

  1. 15 dias
  2. 30 dias
Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.