Níveis de dioxinas em alimentação humana e animal
O Painel da Autoridade Europeia para a Segurança dos Alimentos (EFSA) sobre aditivos alimentares, o Painel ANS(1) , avaliou a segurança dos glicosidos de esteviol, edulcorantes extraídos das folhas da planta, e estabeleceu uma Dose Diária Admissível para a sua utilização segura. A avaliação foi enviada à Comissão Europeia que irá considerar se devem ou não autorizar estas substâncias na União Europeia para o uso proposto em produtos como sobremesas, iogurtes, doces, molhos, frutas enlatadas e doces.

Estudos toxicológicos mostraram que as substâncias não são genotóxicos, ou cancerígenas, ou associadas a eventuais efeitos adversos no sistema reprodutivo humano ou para a criança em desenvolvimento.

O Painel definiu uma Dose Diária Admissível (ADI–Acceptable daily intake)(2) de 4 mg por kg de peso corporal por dia para os glucosidos de esteviol, um nível consistente com o já estabelecido pelo Comité Conjunto de Peritos da FAO / WHO sobre Aditivos Alimentares (JECFA).

O Painel observa, no entanto, que a ADI poderia ser ultrapassado por adultos e crianças, se estes edulcorantes forem usados nos níveis máximos propostos pelos requerentes.

Os glucosidos de esteviol são edulcorantes intensos extraídos das folhas da planta Stevia rebaudiana Bertoni. Estas substâncias, tais como esteviosídeo e rebaudiosídeo, são entre 40 a 300 vezes mais doces que a sacarose.

A EFSA examinou três dossiers que fundamentam pedidos de autorização para o seu uso. Os aditivos alimentares, como os edulcorantes devem ser expressamente autorizados a nível Europeu, antes que possam ser utilizados nos géneros alimentícios.

Toda a informação relativa à avaliação da segurança dos glucosidos de esteviol pode ser consultada no site da EFSA em

http://www.efsa.europa.eu/en/press/news/ans100414.htm

EFSA 14-04-2010

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.