Consumidores preferem supermercados para comprar alimentos
Os consumidores preferem fazer compras de bens alimentares nos supermercados, que aumentaram em 2009 a sua quota de mercado para 43,8 por cento, refere um estudo.

O barómetro da Associação das Empresas de Distribuição (APED) refere também um aumento daquela quota de mercado, uma vez que em 2008 os supermercados arrecadaram 39,6 por cento das vendas de bens alimentares.

Em segundo lugar surgem os hipermercados, com uma quota 24,4 por cento que caiu 1,7 pontos percentuais face a 2008.

Os 'discounters' arrecadaram uma fatia daquele mercado de 16,6 por cento, mas também caiu 0,7 pontos percentuais face ao ano anterior, enquanto os pontos de venda tradicionais perderam 1,2 pontos percentuais ao registar uma quota de mercado de 9,1 por cento.

Por categorias de produtos (alimentares), o estudo da APED revela que os produtos frescos continuam a ser os mais vendidos, entre os alimentares, com uma quota de 32,5 por cento. No entanto, as vendas dos frescos e dos produtos lácteos registaram no ano passado uma diminuição de, respectivamente, 1,1 e 0,8 pontos percentuais.

As vendas de produtos congelados aumentaram 0,6 pontos percentuais para uma quota de 5,4 por cento, assim como as bebidas (mais 0,3 pp) e a charcutaria (0,2 pp).

Fonte Lusa 30-04-2010

 

Comentários:

Esta página usa cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência. Ao continuar está a consentir a sua utilização.